Talvez incessante


E os meses passavam, seus cabelos loiros que já eram enormes cresciam mais e mais, os dias iam rápido como num estalar de dedos, ela via sua vida através de telas e fantasias. Era bela e cercada de amigos, tinha notas razoavelmente excelentes, uma vida boa, a qual não podia se queixar. Mas apesar d
e suas constantes alegrias ainda havia um vazio o qual ela não conseguia preencher a tempos.
Algo que ninguém podia comprar ou distribuir pelas ruas, algo que ela procurava incessantemente. Não acreditava em príncipes encantados mas procurava pelos cantos mais remotos ou populosos que passava um alguém que a fizesse sorrir de AMOR. Ela queria cantarolar pelos cômodos de sua casa, dormir e acordar tendo em pensamento aquela pessoa em especial, sonhar acordada com o rosto daquele alguém que a fazia tão bem, lembrar dele nas coisas mais simples e belas de seu cotidiano. Mas ela já perdia a esperança de encontrar alg
uém assim, que gostasse dela de uma forma pura e verdadeira, em que ela pudesse fazer juras e mostrar seus poemas românticos, os quais ela tanto gosta de escrever mas não tinha ninguém para destinar. Ela já não tinha certeza se ela era capaz de uma coisa tão simples...



amar



Genteeeeee! Que saudade daqui *-* Acabei de voltar e já fui pro computador. A viagem até que não foi tão ruim, apesar de eu não ser super fã de praia. Bom, como a tempos não fazia textinhos, ou histórinhas a toa resolvi postar uma hoje, estava com vontade.
Vou me organizar pra fazer mais posts que já tenho em mente.
Também preciso retribuir os comentários que recebi e já segui os blogs das pessoas que estão me seguindo. Obrigada a vocês queridas leitoras que lêem o que eu posto, valeu !!!!


Bjos

foto


16 comentaram:

Priscila Rôde disse...

Amar pra muitos, não é tão fácil. E o achar difícil nos torna incapaz..

Lara disse...

O amor é tao complicado naum? mas quem sabe ele um dia bate na nossa porta
amei seu blog! virei aqui sempre flor

Lily ♣ disse...

... mas um dia esse amor veio. Estavam em um belo dia de inverno juntos numa cadeira de balanço, com cabelos brancos, sorrisos, mãos dadas e um olhar, olhar DAQUELE amor, que ela procurava desde o início. (:

Acho que pensar positivo pode ajudar.. eu me sinto igual as vezes ._.

Bruna disse...

Mas quando menos se espera acontece: o amor surge, a pessoa destinada passa a existir e seus textos serão só alegria e amor. O tempo se encaminha de tudo isso, é só aguardar. :D

Anônimo disse...

ótimo texto, vc sabe lidar com as palavras :*

Silvya disse...

quanto mais procuramos, mais difícil parece ser a procura, é.
mas um dia dá certo (y)

adorei o texto feliz *-*

Priscila Rôde disse...

O prazer vai ser todo meu! :)
Muito obrigada pelo "escritora maravilhosa".

Beijos, Flor.

Carolina* disse...

Lindo seu blog! adorei conhecer!
lindo isso aqui tbm "encontrar alguém assim, que gostasse dela de uma forma pura e verdadeira, em que ela pudesse fazer juras e mostrar seus poemas românticos, os quais ela tanto gosta de escrever " sabe...talvez seja o que eu mais quero!

passe sempre que quiser por lá!
obrigada pela visita!

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

gostei do teu conro, quase uma prosa em poesia

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

desculpe quis escrever conto

Tayná Corrêa disse...

adorei o post e o blog é lindo. parabéns! vou te seguir. e ah, obrigada pela visita :) beijos ;*

Vulgo , K isser. disse...

eu tambem odeio praia , vou porqe eu sou obrigada , --'
ah muito lindo seu texto...
bjs

Juliane S. Rocha disse...

Complicamos o amor , mas ele é muito simples, precisa apenas de um momento certo...
Beijos!

Barbara Galvão disse...

Oláa!
Somos duas querida! mais não se preocupe, com dedicação chegamos lá! rsrs
Beijos e volte sempre!

http://falabah.blogspot.com/

Enrique Coimbra disse...

"Mas ela já perdia a esperança de encontrar alguém assim, que gostasse dela de uma forma pura e verdadeira, em que ela pudesse fazer juras e mostrar seus poemas românticos, os quais ela tanto gosta de escrever mas não tinha ninguém para destinar. Ela já não tinha certeza se ela era capaz de uma coisa tão simples..."

Isso foi pra mim, gata. AAUAHAUHAUHAUH
Agora tem um querido leitor.

Juú disse...

A famosa procura incessante D:
Obrigada pela visita, desculpa a demora pra responder o comentário...
To seguindo! beijos







Design e código feitos por Julie Duarte. Personalizado por Maria Luisa.