Meras verdades que você insiste fingir ouvir

Esperando
Dias passando
Garota estúpida
Eu devia saber, Eu devia saber
Eu não sou uma princesa
Isso não é um conto de fadas
Eu não sou aquela que você quer agradar

                                                                                                          White horse - Taylor Swift



E apesar de todos os seus receios e súplicas, o que ela mais temia havia se tornado realidade. Tudo terminara, e de uma forma deveras violenta e sem reação plausível para descrições.
Passado, presente e até o incerto futuro se encontraram naquele momento em que Georgina escutara tais palavras saindo daquela boca.
- Escute Georgi – imaginei que fosse algo preocupante só pelo fato dele não me chamar de Geor como antes fazia – eu andei pensando e preciso te dizer.
- Bom, eu devo imaginar que esse dia chegaria. Meu conto de fadas havia de ter um fim.
- Eu ainda não falei.                   
- Mas eu vejo esse dia chegar a tempos. Eu repasso esse pensamento toda noite como num filme, tento pensar numa reação típica para tal situação, mas agora que esse dia chegou tudo parece tão surreal e patético.
- Eu tenho que dizer a verdade. Eu não te amo, nunca a amei e nunca irei te amar. Você é uma pessoa legal, confesso, mas não sinto absolutamente nada por você. Você é vazia, irritante, persistente e além disso tem o fato de sempre querer as coisas do seu jeito e ser totalmente chorona. –disse Dave com uma expressão que misturava ódio e medo.
- Eu te peço desculpas. Eu não queria ter me apaixonado por você.
E ele se virou e foi pra nunca mais voltar, a deixando em prantos.
Mas isso nunca aconteceu, essa conversa nunca existiu, ele apenas a deixou sozinha sem explicações ou verdades, estraçalhando sem dó e nem piedade aquele coração que outrora tinha batido só por ele. Isso explica o mar de lágrimas deixado por ela.




9 comentaram:

Letízia P. disse...

Nossa Maria, que lindo e cruel.
Um silêncio pode até ser pior do que certas palavras de vez em quando.
Beijos

Juliana Marton disse...

isso foi intenso. não consigo pensar em outra palavra que defina melhor.

beijos. ;*

Mali Melo disse...

que texto hein... o silêncio é pior do que as palavras, é calado, sem motivos, cortante.
adorei s2

C. disse...

Ameei seu blog. Muito lindo, lindo, lindoo *-*

Nathani disse...

Essa música é muita linda, mas é muito triste também o texto também é triste! Amiga, acho que não sei nada do que está acontecendo, mas eu peço todos os dias para as coisas darem certo para você! Você é maravilhosa! Beijos e quem sabe não role um intercâmbio em breve...

Grafite disse...

simplesmente lindo seu blog!

seguindo,
beiijo
*.*

sarah disse...

È, realmente as vezes possuimos um medo de nos entregar.. de ser livres pra fazer o que realmente queremos de uma tal forma que acabamos deixando de viver algo de intenso em nossas vidas.

se apaixonar é algo maravilhoso, mas temos que ter cuidado com as consequencias .
beijos flor!

Patrícia disse...

Que lindo e triste. Em algum momento você se descreveu? Quando falou chorona me lembrei bastante dos câncerianos, eu ¬¬
Aliás, eu adoro essa música da Taylor.

Bruna Tenório disse...

Muito boa a narrativa! Por um momento parecia que eu estava na cena, haha. Ah, o silêncio...







Design e código feitos por Julie Duarte. Personalizado por Maria Luisa.