Infinito?

Em tempos em que tudo se diz durar mais, em que promessas de para sempre são espalhadas em palavras, e símbolos do infinito estão ficando cada vez mais comuns, é um pouco contraditório não encontrar algo que realmente dure mais que algumas semanas.
Promessas são frívolas, sem sentido aparente, amores são de uma noite, regados de "nem me lembro o nome dela (e)".
O 'pior' é que apesar dos apesares ainda sonhamos com um romance para chamar de nosso, uma tampa para nossa panela, o chinelo velho para o nosso pé cansado. Ainda (mesmo que inconsciente) nos apegamos ao pouco, acabamos nos contentando com o mililitro que o outro nos oferece. Aceitamos calados, sofremos internamente, irados.
Mas me diga, e o amor? Aquele de novela, filme e livro, o arrebatador, ardente e verdadeiro? Sumiu, se perdeu entre as vielas que andamos? Ou será que se embriagou nas baladas da vida?
Então, caso encontre alguém como nós, bobos, coerentes, românticos antigos e incorrigíveis, me conte, mostre-me para poder escrever uma história de um amor de verdade, tocável e visível, com direito a suspiros e bilhetes apaixonados, pois para variar estou cansada de apenas vê-los em cenas Hollywoodianas.

10 comentaram:

Bruna F. T. disse...

Sou uma bobona romântica igualmente à espera de um amor verdadeiro. Nem precisa vir em um cavalo branco, já basta uma Camaro amarelo :D

Adorei sua explanação. Beijos flor :*

Larissa C. disse...

Esse negócio de querer/imaginar/esperar a pessoa certa pode ser bem demorado, aliás, comecei a achar que o relógio da minha metade da laranja está atrasado alguns dias ou talvez alguns anos.
Amei o texto! bjus ;*

Gabriele Cristine disse...

Eu sou uma dessas pessoas que vive sonhando com o príncipe encantado, rs. Mas, realmente, esse "príncipe" pode aparecer, a qualquer momento, quando menos esperamos.
Mas, o texto está completamente lindo.
Beijos.

Brunaa disse...

Já tou a seguir, segues o meu?? :) Bjs

Lys Fernanda disse...

Adoorei, ficou muito lindo. Romance mexe muito comigo.

Anônimo disse...

Eu poderia te contar uma história assim, amor real, pra voce ver que não é só um sonho ou uma espera, acontece. Acredite, acontece.
Mas a minha história voce nao ia querer ouvir e, muito menos, escrever..

Juliana Marton disse...

parece que demora demais, mas um dia chega. (;

San Rodrigues disse...

Muito criativo seu blog e jah estou seguindo se puder me segue tbm! Bjinhos

Joana Santana disse...

Gostei imenso do teu blog, vou seguir :)

Geovana , disse...

Eu nunca conheci esse tempo onde o amor era como o de novela , filme e livro , portanto, acho que ele nunca existiu , só aparentava mais do que hoje, as pessoas não tinham tanta liberdade para poder ficar um dia e no outro esquecer o nome da pessoa, por isso tinham de escolher melhor, e agora não precisamos disso , e a maioria das pessoas até uns 30 anos , só pensa em trabalhar e curtir a vida nas horas vagas , rs.
{www.i-tudo-i-tudo.blogspot.com}
ps: seguindo seu blog , gostei .







Design e código feitos por Julie Duarte. Personalizado por Maria Luisa.